domingo, 23 de maio de 2010

Eu a música - parte 02!!!!

Então...
Me transferi para Floripa com meus dois irmãos, uma amiga (Márcia) e a Vilma, nosso braço direito. Viemos estudar, nos preparar para o famoso vestibular. Eu ainda estava no primeiro ano cientifico...coisa mais antiga rsrsrs e na época pensava em ser "bioquímica"!!!!
Todos nós fomos estudar no Barddal, colégio/cursinho ... ali comecei a tomar contato com essa tal de capital. Conheci o paraiso dos discos na época: a Bruneti Discos, prá quem vinha do interior aquilo era o máximo rsrsrs e minha mesada eu gastava quase toda ali.
E o melhor: descobri que os artistas vinham a Floripa fazer shows eeeee

O primeiro show que vi aqui foi quase um ano depois de estar morando em Floripa, era Gilberto Gil na turnê "Luar". O show aconteceu no SESC da prainha e fiquei vidrada. Mal podia acreditar que podia ver aquilo tudo ali de pertinho.
Na época já era muito fã (além da Rita Lee) da "A Cor do Som". Conheci a banda com "Beleza Pura", "Swingue Menina" do LP "Frutificar" era lindo. Bem mais instrumental do que música cantada! Mas no segundo LP eles já estavam aderindo as músicas cantadas. 
Também era fã de Marina Lima pelas letras, 14 Bis, Roupa Nova...bom demais.
Depois do Gil, vi também Pepeu Gomes e Baby Consuelo no ginásio do Colégio Catarinense. E depois realizei o sonho de ver A Cor do Som também no catarinense.


Eles estavam na turnê Transe total.
Foi nesse show com A Cor do Som, que descobri que os artistas até falavam com os fãs.
Lembro que terminou o show e eu e minha amiga Elaine, ficamos lá sentadas esperando o ginásio esvaziar um pouco para conseguir sair numa boa. Foi quando observamos uma muvuca perto do vestiário ao lado do palco. Pensei: será que é o que eu to pensando? os caras estão lá?
E lá fomos nós...sim tinha uma fila para falar com eles no camarim. E entramos na tal da fila. Quando chegamos no camarim eles estavam lá, dando autografos, tirando fotos aquele clima de fãs e ídolos.
Nem acreditava, mas ao mesmo tempo achei uó. Sim porque as meninas gritavam, puxavam os coitados...faziam comentários absurdos...um clima de tietagem que eu nunca fui fã.
Foi um misto de alegria de poder chegar perto e frustração de não conseguir conversar nada que preste.
Fui prá casa encantada com a simpatia deles, e claro com autografos. Mas também pensando: como seria bom poder sentar e conversar com eles, saber mais da rotina, do sugirmento das canções etc...
A partir daí passei a ir em todos os shows que eu podia. E passei a querer ficar no gargarejo e não mais nas arquibancadas e para isso tinha que chegar muito cedo. Se o show era as 21 chegava às 17, ficava na fila na porta de entrada prá conseguir um lugar bem lá frente. E foi nestas filas que conheci um grupo de meninas que pensavam como eu: queriam conseguir conversar com os músicos e não tietar. Acabei me tornando muito amiga delas: Roselange e Rosenei Peixer e Andréa Lucena (irmã do Daniel Lucena que mais tarde fundaria o grupo Expresso Rural em Floripa, e isso vai render outro capitulo lindo aqui).
Passamos a nos encontrar nos fins de semana para ouvir música, falar dos nossos ídolos etc....e a pensar numa estratégia de furar o cerco das fãs alucinadas e conseguir conversar decentemente com nossos ídolos.
E conseguimos achar a fórmula: primeiro achar o hotel que estavam hospedados e depois ter a cara de pau de ligar e pedir uma entrevista para "um trabalho de escola". E olha...a gente conseguiu muita coisa e isso eu começo a contar no próximo post desta série.

5 comentários:

Eveline disse...

Recordar esse tempo é muito bom, todos esses shows tbem fui, mas ainda não conhecia essa pessoa maravihosa que escreve como ninguem. Parabéns mais uma vez. Foi pouco tempo no show mas sempre ficas inspirada kkkkkkk.

Márcio Kindermann disse...

Ligia! Oi....

Conhecer um pouco das entrelinhas de nossos ídolos é sempre inspirador! E como seu fã fico aguardando o próximo capítulo!rsrsrsrs
Bj meu, sdd de tu!
MK

carmona disse...

tu é uma figura mesmo! só imagino tua carinha relembrando e escrevendo essas aventuras depois de curtir um show do Daza na praia! já é o segundo que te inspira hein? no próximo me avisa que eu vou junto pra trazer essa vibe toda pra casa também! beijo

Ligia Gastaldi disse...

pois então Emy...o fim de semana me inspira, a lagoa...shows...muito bom né...rsrsrsr

Andrea disse...

Nossa amiga, que saudade disso e era bem assim, aquelas meninas histéricas e nós na boa esperando uma oportunidade de entrar e entrevistar para "trabalhos da escola", he,he....muito bom!!