sexta-feira, 12 de março de 2010

Pouca Vogal no FMH

Minha grande pergunta hj é: por que os shows fora de teatros, na maioria das vezes, atrasam tanto?
Hoje fui ver "Pouca Vogal" no Floripa Music Hall. Show marcado para às 23 hr, segundo o ingresso. Cheguei lá às 22:30 hr e o show mesmo foi começar à 1:30 da matina!!!
A banda que abriu o show (não sei prá que isso, mas enfim), subiu no palco quase meia noite. Fez um show longo, o que acaba se tornando chato para o público que está ali para ver outra coisa, depois ainda tem uma mini passagem de som para enfim entrar a atração principal. Sinceramente? O público tem que ser menos bonzinho!
O que salvou a noite foi o desempenho do Duca Leindecker e Humberto Gessinger.
Já tinha visto o show no Teatro da UFSC e claro que não superou porque encarar um atraso de mais de duas horas, num show em pé, não é fácil. Mas deu prá se emocionar e teve a participação de Luciano Leindecker que estava de aniversário.
Uma pena o atraso, a falta de tato de quem produziu a noite.
Infelizmente estamos com pouquissimas opções de teatro. O CIC está em  mais uma reforma interminável. Já estava atrasada e agora com a decisão de cederem espaço de cultura que é público para a mostra Casa Cor, vai ficar pior ainda...sinto que tetaro do CIC só ano que vem e olhe lá!! Vamos aprender a votar turminha!
O "Pouca Vogal" merece teatro, ou um ambiente mais aconchegante, poderiam ter colocado mesas e cadeiras daria de sobra para o pouco público que esteve hj no FMH.
À casa acho que vale exigir dos produtores profissionalismo. Tem que ter regras e acabar com essa mania de atraso.
Em plena quinta feira um show que começa à 1:30 da manhã????
Eu não consegui ficar até o final. Uma pena!
Desrespeito ao trabalho dos músicos!
Ui né!

Nenhum comentário: