quarta-feira, 14 de maio de 2008

Taffo nos deixa.


Fui surpreendida hoje com a morte prematura do guitarrista Wander Taffo. Para quem viveu, como eu, as décadas de 70 e 80 conviveu com esse grande artista que integrou a banda Rádio Táxi, fez parte da banda da Rita Lee na melhor época da cantora e vinha fazendo um trabalho maravilhoso a frente de uma escola de música inédita no Brasil. Ele tinha 53 ou 54 anos, não sei ao certo. Foi prematuramente e deixou planos a serem realizados. Faz parte dessa vidona.

Então deixo aqui uma homenagem relembrando o muito que esse cara fez por aqui! O texto abaixo e a foto foram retirados do site "lágrima psicodélica" e é de autoria de Rogério Utrila.


"Wander Taffo, guitarrista paulistano do bairro da Pompéia, iniciou sua carreira em 1973 com a banda Memphis, tocando em bailes nos clubes de São Paulo, como Paulistano, Pinheiros e Círculo Militar. Nesta época, conviveu com a revolução musical e movimentos da Jovem Guarda, Tropicália e Beatles. Ainda na década de 70, após a banda Memphis, Taffo foi integrante das bandas Made in Brasil, Secos e Molhados, Joelho de Porco, Gang 90 e Rita Lee. Em 1980, iniciou seu trabalho na banda Rádio Taxi, que estourou nas rádios com vários sucessos. Paralelamente ao trabalho artístico, Taffo também dava aulas particulares de guitarra. Em 86, o guitarrista deixou o Rádio Táxi e partiu para um trabalho solo, gravando um disco em Los Angeles.

Nesta fase, Taffo iniciou o projeto de uma escola de música inédita no Brasil. Essa idéia surgiu pois Wander Taffo percebeu a carência que o músico brasileiro encontrava para um estudo sério e diferenciado. Em 1989, Wander lançou seu primeiro disco solo “Wander Taffo”, gravado em Los Angeles, que contou com a participação de Lobão, além de músicas de Lulu Santos e Herbert Vianna. O disco recebeu o Prêmio Sharp de Música na categoria “Revelação Pop Rock Masculino”. No ano seguinte, Wander foi escolhido pela crítica como o melhor guitarrista do Brasil. Em 1991, Wander Taffo formou a Banda Taffo e teve a oportunidade de apresentar seu novo disco “Rosa Branca” em shows em Nova York, no Limelight e no Cat Club, show que foi gravado pela MTV americana e transmitido para vários países.

Em julho de 1997, Taffo abriu o IG&T (Instituto de Guitarra e Tecnologia). Assim, paralisou seus projetos musicais, dedicando-se exclusivamente ao projeto. A escola unia alta tecnologia com centro de conveniência, totalmente inédita na América Latina. Em apenas 1 ano de funcionamento, o IG&T atingiu 1000 matrículas, garantindo o sucesso do projeto.A partir daí, Taffo abriu oportunidades a outros instrumentos. Seguindo os mesmos padrões do IG&T, em novembro de 99 o Instituto de Guitarra mudou para EM&T (Escola de Música e Tecnologia), no Jabaquara."


Para este ano ele planejava gravar seu novo disco solo.

Vai deixar saudades


3 comentários:

Pedro Lemos disse...

taffo era mesmo referência pro pessoal da área .. e acredito que continuará a ser.
:)

lady-stardust disse...

Fala,querida!Nao sabias que tinha blog!Adicionada!Me adiciona ai!;***

Fabiano Marques disse...

Foi cedo hein!