terça-feira, 21 de abril de 2015

KISS e seus 40 anos em Florianópolis

               
 

Que show!!!
Prá mim, a realização de um sonho!!


Quando eu era criança ainda, morando em Concórdia, meus irmãos Marco (já falecido) e Juliano costumavam ouvir música "a todo volume". Meu pai dizia:  "vocês vão ficar surdos" rsrsrsrs mas as tardes (a gente estudava de manhã) lá em casa era de música "a todo volume". Eu ainda curtia as músicas de trilha de novelas, mas o Marco e o Juliano já estavam na fase rock na veia!!!
Na vitrola ecoavam os vinis do Nazareth, Sweet Fanny Adams, Iron Maden e eles: o Kiss!!!
Eu me apaixonei de cara pelo Kiss. As caras pintadas me chamaram atenção, principalmente o homem da estrela, Paul Stanley. Paixão!!! E conhecendo as músicas fiquei muito fã. Foram eles que me introduziram ao Rock!!!
Lembro do show que fizeram no Maracanã e que vi pela TV...era um sonho ver esses caras ao vivo.
Para minha total surpresa, no fim do ano passado, fiquei sabendo que viriam para Floripa!!! Inacreditável!
Por isso, hoje, quando o show começou fiquei hipnotizada.



Fui pra Pachá duas horas antes, mas a galera da pista VIP só pode entrar em cima da hora por problemas na montagem do palco. Quando enfim, eu Gustavo e Fabiano conseguimos colocar os pés dentro da Pachá o telão abre e mostra os caras, ELES, vindo em direção ao palco. Caraca!!!! E eu estava lá!



Durante o show eu variei entre pular e berrar e ficar ali parada olhando os detalhes daquele show incrível. Minha adolescência ali na minha frente.
Foi tão bom que passou rápido demais...queria tudo de novo!!



Que banda! Que performance! Que som!
E o homem estrela ali no palco, com suas dancinhas e charme rsrsrsrs (sim as máscaras disfarçam o tempo).



Só não foi melhor porque graças a falta de estrutura e espaço eles não puderam fazer todos os efeitos que teriam o show. Paul não pode voar...sniff... O que eles conseguiram fazer foi subir a bateria e leva-la para o alto...ahh e o Gene Simmons cuspiu fogo e sangue, fake, é claro. São detalhes que fizeram da banda Kiss, uma banda única.



Eles foram impecáveis.
Valeu cada segundo!!! E aproveito para agradecer a Koi Comunicação que teve um atendimento impecável na assessoria. A gente sabe que show internacional é cheio de "nãos", mas conseguimos registrar o show! Obrigada Rafael e Rejane!!!

O único ponto negativo da noite foi o estacionamento da Pachá, problema que já é histórico: você paga R$30 ou R$50 para por o pé na lama, hoje mesmo, entrei no show com os pés enxaguados de lama. Um absurdo se pensarmos que com tanto que arrecadam ali, já poderiam ter melhorado aquela situação.
Falta organização na saída quando pedestres e carros se misturam em uma debandada desorganizada e esquizofrênica. Um perigo. Eu, assim que terminou o show, mal disse tchau pra turma e saí correndo pra não pegar tanta fila. Vamos melhorar isso Grupo Pachá! O público merece!

Hoje também teve um atraso de 2 horas na abertura do acesso a pista VIP. Tivemos várias versões:
1 - o palco teve que ser montado às pressas porque ontem teve festa na pachá e só liberaram para a produção hj. Como os equipamentos estavam na pista VIP, quem pagou mais caro esperou mais na fila e na chuva.
2 - a produção atrasou porque tentou viabilizar o vôo do Paul Stanley com um equipamento menor. O original não cabia na estrutura. Mas não foi possível.
Seja qual tenha sido o motivo de fato, o problema é falta de espaço para shows em Floripa. E aí não é culpa da Pachá, eles suprem uma carência, mas com estrutura limitada para grandes shows. Meu sonho é ver Floripa com um lugar bom para esse tipo de show. Com estacionamento decente e entrada também decente, porque milhares de pessoas passarem em um portão pequeno também provoca filas em uma situação de atraso como a de hoje.

Mas o fato é que começa o show e a gente esquece de todo o perrengue.
E aí um ponto mega positivo para shows internacionais: começam na hora, e essa hora é cedo! Ao contrário dos shows nacionais que anunciam às 10 e entram no palco de madrugada.
Bem que podiam copiar os gringos, né?

Saí de lá, mesmo com os pés molhados, com a alma lavada, mas aí não foi de lama, foi de emoção e prazer de ver uma música tão boa levar o público ao delírio.
Rock'nRoll all night...forever!!!!

O próximo grande show será Aerosmith! Se chover a dica é ir de galocha...mas infelizmente não dá pra perder esse tipo de show.

Salve Kiss!!!!


 
 




Nenhum comentário: