quarta-feira, 27 de abril de 2011

A Antropóloga - filme catarinense estreia esta semana nos cinemas!

Está chegando aos cinemas o mais novo filme catarinense: A Antropóloga, de Zeca Nunes Pires.


Zeca levou 9 anos, desde que ganhou o edital da cinemateca catarinense, para colocar o filme na telona. Atraso no pagamento do edital, troca de governos, desrespeito a nossa produção cultural, transformou a execução do filme em uma verdadeira saga. Mas para quem pensou que Zeca desistiria, está aí a prova de que persistência é tudo. O filme está pronto!


Não sou nenhuma grande cinéfila para analisar os detalhes dos detalhes do filme, mas como público e fã de cinema gostei muito do que vi.
Adoro os contos das bruxas da ilha e acredito que muita coisa se explica por elas então, amei a historia do filme. Uma antropologa, Malu (Larissa Bracher), que vem da ilha de açores para a costa da lagoa estudar as ervas e o uso delas na cura de doenças. Na costa, durante seus estudos, Malu conhece pessoas e se depara com fatos que desafiam seus sentimentos e sua lógica. A grande sacada do filme foi mesclar depoimentos reais de moradores antigos com a ficção. Zeca, na época em que o filme estava sendo rodado, me explicou em uma das materias que fiz para a RBS sobre os bastidores do filme, que ele e Larissa chegavam de surpresa e iam perguntando, sem muito preparo para não tirar a espontâneidade dos entrevistados. E deu certo.


Uma bela fotografia e uma historia intrigante. Vale a pena conferir!
Na pré estreia, uma lotação inesperada fez o Cinesystem ter que abrir outra sala para exibição. Foi sucesso...até as bruxas se fizeram presentes: nesta segunda sala, depois de uns 15, 20 minutos de exibição, o filme começou a aparecer de cabeça para baixo na tela. A sessão teve que ser interrompida. Nos explicaram que na montagem, parte do filme foi colocado de cabeça para baixo e como a fita não havia sido conferida, acabou surpreendendo a todos: coisa de bruxa né rsrsrs...
Mas em alguns minutos o problema foi resolvido e tudo ficou certo.

O filme entra em cartaz nesta sexta feira, dia 29 de abril. Recomendo. É nossa cultura ali, na telona!!!!
Parabéns Zeca Pires e toda sua equipe.

Ficha técnica:
Direção: Zeca Nunes Pires

Produção: Guel Cáceres - Zeca Nunes Pires

Produção executiva - Maria Emilia de Azevedo

Direção de fotografia - Charles Cesconetto

Direção de arte - Cristiano Amaral

Direção de produção - Henrique Tobal Neto

Edição de som e som direto - Léo Gomes

Montagem - Giba Assis Brasil

Preparação do elenco - Celso Nunes

Música - Silvia Beraldo

Efeitos Sonoros e Musicais - Flávio Guerra

Argumento original - Tabajara Ruas

Roteiro - Tânia Lamarca - Sandra Nebelung

Cenografia - Julia Amaral

Figurino - Lou Hamad

Produção de objetos - Macé Di Bernardi

Make up - Antônia de Oliveira

Still - Lúcio Flávio Giovanella - Cláudio Silva da Silva

Elétrica - Catanha

Maquinaria - Orlando Baptiston

Coreografia - Bia Nattar

1º Assistente de direção - Ricardo Weschenfelder

2º Assistente de direção - Maria Emilia de Azevedo

Preparadora da atriz mirin - Lelette Couto

Continuísta - Tatiana Lee

Nenhum comentário: