domingo, 25 de julho de 2010

Da série li, gostei e postei


Não sei de quem é esse texto. Mas li e gostei! Nada como aprender com a vida!!!!


Relacionar-se

Osho já escreveu: não devemos nos fechar em um relacionamento devemos nos relacionar. Não devemos nos fechar no amor e sim amar...ou seja a vida é um verbo e não um substantivo: viver e não vida.


Concordo. O problema que é hoje muita coisa evoluiu, mas a maioria das mulheres ainda não conseguiu sair daquela postura machista e servil com os homens. Quando começa a se relacionar com alguém se fecha para o mundo, assume o mundo do homem, passar a ser companheira dos programas dele, amiga dos amigos dele e pronto. Aquela mulher expansiva, alegre, criativa que tanto o atraiu sumiu. Resultado? Ele se acomoda, é bom ter alguém apaixonada por ele em sua volta, mas ele não deixa de aproveitar as oportunidades que aparecem e aí vem a traição. O que, muitas vezes, não significa que ele deixou de gostar dela, mas está apenas se alimentado daquilo que a sua namorada já não tem, ou seja, está buscando aquele mistério que sua companheira fez o favor de mandar às favas.


Enquanto ela permanece fiel, ele não pára a vida dele. E não está errado. Ela se afasta de quem tenta lhe abrir os olhos, ele faz questão que ela se afaste, dá razão, apoia: ahh eles não nos entendem. Ela deixa de conjugar o verbo e passa a ser um substantivo ali, parado no seu significado estático.


O dia em que a mulher conseguir ser ela mesma, sem adaptações, sem se apagar aí sim ela vai atrair um homem que realmente a admira por isso e, talvez aí sim, tenha não um relacionamento, mas um relacionar-se de forma cosntrutiva e com certeza não vai querer esse homem do qual falei aqui ao lado dela. Porque covardia não combina com uma mulher inteligente!

3 comentários:

rafa dias disse...

Bravo!
E ponto final.
Bjs
Rafa

Nira Pomar disse...

A-D-O-R-E-I.

e como é fácil se perder nesses vãos da vida e do viver...

Osho, Suryavan e outros "mestres espirituais" nos dizem que não devemos procurar nossa felicidade em outras pessoas: a felicidade está dentro de cada um. E se não a encontramos em nosso interior, teremos uma sucessão de relacionamentos falidos e infelizes, pois estaremos sempre buscando fora o que está bem aqui dentro.

Beijão!!

Ligia Gastaldi disse...

Assino embaixo Nira!!