sexta-feira, 31 de outubro de 2008

Mais uma vez: EXPRESSO RURAL!


Foi mais uma noite para chorar!
Fui ver novamente o grupo Expresso Rural no teatro do CIC e eles sempre me emocionam. Saio de lá com a cara parecendo uma esponja molhada.
Minha relação com essa banda vem muito antes da estréia, quando eu e minhas amigas:Roselange Peixer, Iara Rosa e Andréa Lucena (irmã do Daniel, vocalista do Expresso) fizemos uma matéria para o extinto jornal "A Ponte". Foi a primeira matéria do grupo e a minha primeira matéria também, ainda como aspirante a jornalista. Desde lá acompanho e admiro esses músicos. E olha que faz tempo....
Hoje o teatro do CIC mais uma vez lotado, berros e aplausos durante as músicas. É incrível como eles conseguem isso sempre! Fiquei pensando a razão de tanta admiração...acredito que seja porque música de boa qualidade sempre emociona e nunca morre (por mais clichê que isso possa parecer). Mas a verdade é que esses meninos, desde que surgiram, foram unanimidade. Na época era algo totalmente novo para o mercado catarinense mas hoje continua a mesma energia e idolatração do público. E isso é algo que merece todo reconhecimento.
Hoje temos uma cena catarinense musical atuante. Muitas bandas fazendo um trabalho digno e profissional, mas o lugar do Expresso continua aí e talvez seja porque nem essa nova geração faz nada igual. A música deles é algo que não se copia e nem tem variações. Continua sendo boa, continua sendo nova apesar de velhas conhecidas por mais antagônico que isso pareça.
O Expresso é foda!
Uma vocaleira, uma simpatia no palco e acima de tudo a competência.
Daniel Lucena é impagável nas tiradas deles. Quando berros saem da platéia gritando "lindoooooo" ele responde: "difícil saber prá qual de nós é."
Eles se emocionam com o público e o público com eles. É muito bom vê-los tão bem no palco.
O show de hoje foi filmado com 4 câmeras e vai virar um DVD com direito a extras porque o Paulo Back tem em mãos um acervo monstruoso dessa bela história. E que bom vê-los com toda essa energia.
Parabéns turma! Sou fã!

terça-feira, 28 de outubro de 2008

Mais um catarinense na Globo: André Silveira assinou com Faustão!!!!

O André me escreveu contando a novidade: agora ele é contratado da Rede Globo. Segue a nota escrita pelo André:

" Após participar durante 4 meses do concurso QUEM CHEGA LÁ no Domingão do Faustão, e ficar entre os 3 finalistas (sendo 28 os participantes do concurso), o ator catarinense André Silveira foi contratado pela Rede Globo para integrar o elenco fixo do novo quadro do Domingão do Faustão SACO DE RISADAS. No quadro que será ao vivo aos domingos, o ator se revezará, ao lado de Fausto Silva, com os humoristas Alex Nogueira, Wagner Trindade, Luiz França, Bené Barbosa e Renato Piaba. No próximo domingo, dia 2 de novembro, André estréia no novo quadro com o personagem Cleosvaldo - cobrador de ônibus - que interpretou durante o concurso e também integrou o elenco do humorístico catarinense Teatro de Quinta, onde o personagem nasceu."

Reconhecimento merecido!!!! Dá-lhe Santa Catarina!

La Gonga!!!!!


Amanhã!
Lá estarei eu de novo fazendo parte deste juri. Convite que me honra muito ainda mais em noite especial: é niver da Zuleika!
Quem estiver de bobeira não deve perder.... é diversão na certa!

QUARTA 29/10]

¡LA GONGA!
especial de aniversário da zuleika e do paulão
o show de calouros da Zuleika ||

revelação dos finalistas para o TROFÉU UÓSCAR ZOOLÓGIKA 2008

os calouros:
¡ Crica Gadotti & Márcio Ferreira Boechat !
¡ Jú Baratieri !
¡ Mi Oliveira !
¡ Caio César !

os jurados

¡ Fábio Brüggemann Montes !
¡ Ligia Gastaldi Lima !
¡ Marcos Espíndola Piccinini !
¡ Renato Turnes de Lara !
¡ Ricardo Tromm Malandro !

ESPECIAL:
|| THE NEW GONGO BOYS ON THE BLOCK ||

¡ Ulysses Dutra – guitarra !
¡ Cisso Fernando – baixo !
¡ Marcíll – bateria !

voto da melhor torcida organizada
finalmente, voto do júri
voto popular na urna

Blues Velvet [pedro ivo 147]
[22h || $10]
|| garanta sua entrada, chegando mais cedo. A capacidade do bar é limitada ||

domingo, 26 de outubro de 2008

Vida de Luxo!


John Bala Jones está com novo disco na praça. Muito bom, os meninos estão de parabéns!
Além de "Vícios", que já adorava de ouví-la nos shows, destaco a belíssima "Acordes do vento" uma música maravilhosa!
Dia 30 de novembro vai rolar um super show em Jurerê e a TVCOM vai filmar para fazer um belo especial de fim de ano! Ouça o disco e fique ligado na Telinha da TVCOM hehehehe....sempre ligadinha na nossa música!

sábado, 18 de outubro de 2008

Sutilmente


"E quando eu estiver triste simplesmente me abrace
Quando eu estiver louco subitamente se afaste

Quando eu estiver fogo suavemente se encaixe

(...)
Quando eu estiver bobo sutilmente disfarce

Mas quando eu estiver morto suplico que não me mate... não, dentro de ti"


Um trechinho da letra da música "sutilmente" de Samuel Rosa e Nando Reis gravada no último trabalho do Skank que está fodástico!!!
Recomendo "Estandarte", ultimo Cd do Skank.

domingo, 12 de outubro de 2008

A grande sacada da Fenaostra!!!

Neste sábado chuvoso me toquei com minha super amiga Eveline para a Fenaostra. Fomos curtir a noite "mané" da festa das ostras. E saí de lá feliz por ter participado desta noite.
Em primeiro lugar PARABÉNS a organização da festa, em especial a Edson Lemos, por ter colocado em pleno sábado no palco da festa somente bandas catarinenses e o que se viu lá provou, sem deixar nenhuma dúvida, que podemos fazer sim uma grande noite com atrações locais. Não que a gente não goste dos nossos artistas nacionais, mas não é somente eles que garantem bom público. Nossa música também garante. A noite foi um sucesso! Centro Sul lotadaço, fila no banheiro, fila prá comer e o pavilhão lotado para ver "Os Chefes", "John Balla Jones" E "Dazaranha". Todos no palco principal, com estrutura de som e luz, fizeram grandes shows.
Fazia tempo que não via "Os Chefes". A banda está completando 10 anos, está prá lançar um Cd de músicas próprias, mas o repertório da noite misturou covers e música própria. Me surpreendi com o repertório: Deep Purple, AC/DC entre outros clássicos do Rock. Muito bom!
John Balla com Cd novinho em folha fez uma espécie de lançamento nesta noite e fez outro puta show. Ribeiro balançou a galera.
Quando Dazaranha entrou o lugar já estava lotadaço e o show deles dispensa comentários. Sou fã. O show era para ser de UMA hora, mas é claro que ultrapassou e a glera pediu BIS. Gazu consultou a organização que autorizou e eles tocaram mais uma para a alegria geral. Um show cheio de sucessos, com o público cantando junto com a banda que tem um carisma maravilhoso. Foi lindo!!!
Gazu agradeceu a organização pela iniciativa de fazer do sábado uma noite "catarina" e eu ressalto mais uma vez: grande inciativa!!!!
Parabéns Fenaostra por esse grande passo porque como diz a música "Mané" do Daza "Se deixar o bumbo dessa ilha bater/ festa porque/ tem gente aqui fazendo som/ fazendo reggae/ fazendo amor!"
Salve manezada, amo vcs!!!
E aguardem: em breve "GRAN CASSINO" vai chegar e vai mexer ainda mais com o cenário da nossa música!!!!

terça-feira, 7 de outubro de 2008

Sistema de Animação!

Ontem fui ver a estréia do filme "Sistema de Animação".
Uma obra fantástica de Guilherme Ledoux e Alan Langdon inspirada na vida de Toucinho, um dos bateristas mais importantes que temos aqui em Floripa e no Brasil.
Que filme fantástico!

Escrevi sobre a obra e tudo o mais no site To Puto.
Então se quiser saber mais vai lá
http://www.toputo.com.br/?show=lerMateria&id_materia=2454

sexta-feira, 3 de outubro de 2008

"Religião nem Deus Aguenta" - Rodolfo Abrantes

Ouvi a entrevista do Rodolfo (ex-Raimundos, hoje Bola De Neve), feita pelo meu querido Marcos Espíndola e Dorva Rezende, ambos do Diário Catarinense. Grande papo. Recomendo.
Além de toda a curiosidade sobre essa transformação do cara que vivia no mundo de drogas e rock'n'roll em um discipulo de Jesus, o papo mostra um cara de bem com suas escolhas.
Esperava encontrar um cara radical que nega o passado, mas nada disso. Ele fala com muito amadurecimento de todo esse processo. Explicou a saída de uma forma simples: "Eu me tornei uma coisa que não cabia mais no Raimundos". Assumiu que saiu de forma errada, sem ser claro porque estava saindo. Hoje tem pouco contato com os ex-companheiros, mas no velório do pai dele reviu alguns deles e foi um bom encontro. Tem certeza que em pouco tempo eles vão reatar uma amizade presente e vão rir muito de tudo que aconteceu.
Hoje ele mesmo monta seus instrumentos para um show, não tem roddie, não tem aquele glamour, mas tem a simplicidade "e que coisa gostosa que é a simplicidade".
E o mais legal é que ele sabe que tudo que ele viveu foi fundamental para estar hoje em harmonia com ele mesmo. Disse que não tem intenção nenhuma de se isolar em um templo e achar que está salvo, muito pelo contrário: é preciso estar inserido nessa sociedade real até para poder trocar experiência.
Fez uma análise da música daquela época e a de hoje que achei perfeita: "No começo da década de 90 o que se via eram bandas extremamentes regionais fazendo sucesso nacional: Skank, Pato Fu super mineiros. O Chico Science era a cara de Recife. Planet hemp era muito carioca. Raimundos era a cara do Nordeste, apesar de ser de Brasília. Hoje o que a gente vê são bandas brasileiras com cara de gringo, desde o visual até no som."
E o principal: nunca foi tão feliz em não precisar mais fumar maconha para se sentir bem. Vive bem, longe de faturar o que os Raimundos faturava, mas está com as contas em dia.
Eu não gosto de nada que torne as pessoas radicais, que pregue o isolamento para ser feliz, que faça a pessoa se colocar em uma posição elevada diante das que não estão na mesma religião. Por isso gostei muito de ouvir o Rodolfo. Ele não se coloca acima de ninguém, apenas assume que hoje ele não curte mais certas coisas que curtia há alguns anos. Segundo ele "Religião nem Deus aguenta" aquele negócio de pregar o que vc não vive. Concordo plenamente.
Palmas prá ele.
Loucura? " Não tem nada mais louco de ver um ex-integrante da Raimundos pregando a palavra de Deus." É verdade!
Quer saber mais??? Vai ali no Blog do Marquinhos e procure o link para a entrevista.

quarta-feira, 1 de outubro de 2008

ZECA BALEIRO NO ITAPEMA CONVIDA!!!

Acabei de chegar do evento "Itapema Convida", uma proposta brilhante da rádio Itapema FM dirigida por Pedro Leite.
A idéia é levar um músico conhecido nacionalmente e que tem seu trabalho rodando na Itapema para perto do público. Em um ambiente descontraído o artista faz um "showcase" com um belo bate papo comandado por Pedro Leite. Os convidados têm a chance de ver um show intimista e ainda podem fazer perguntas.
Hoje foi a vez do Zeca Baleiro. Que cara maravilhoso. Super à vontade e disponível tanto que o papo e a música ultrapassaram duas horas. E como fala...caraca...muito bom de papo.
Falou sobre início de carreira e antes dela quando se aventurou em um comércio de balas e doces (o que lhe rendeu o apelido 'baleiro') e que pela total falta de preparo faliu. Falou do início da carreira e de momentos especiais, do seu gosto musical, do ultimo trabalho e de outros projetos que estão a caminho como um CD para crianças.
Longe de mim tentar lembrar de tudo, mas alguns momentos foram especialmente bons.
Quando perguntado sobre os cuidados com a voz e se ele teve que trabalhar a voz ele falou:"ahh sim, fiz muitos tratamentos, foram doses e doses de conhaque vagabundo prá chegar onde estou".
Também falou de uma de suas músicas novas que faz uma alusão a chatice do "toca Raul"...mas ele admitiu: "fiz a música para me livrar e acabei criando um monstro". Sim porque agora todo mundo fala o "toca Raul" para ele tocar a música e nesta noite não foi diferente.
Comentou também sobre um comentário que Caetano fez sobre a música "lenha".
Na verdade Zeca falou que ele não queria ter gravado essa canção, acabou cedendo a um pedido da gravadora e negociou "gravo esta se eu poder gravar outras três que eu quero muito"...e assim foi. Gravou e foi sucesso, mas ele particularmente não acha uma bela canção. O fato foi que, como muitas vezes acontece, um jornalista perguntou ao Caetano Veloso sobre a tal música e caetano disse que o Zeca jamais deveria ter gravado, porque é uma música fraca de rima pobre. Zeca falou que, na época, ele achou curioso Caetano falar aquilo quando justamente na mesma matéria elogiava outros artistas populares com rimas muito mais pobres ou sem nenhuma. Ele tomou a iniciativa de escrever um e-mail para o Caetano comentando isso. Caetano lhe respondeu pedindo desculpas e dizendo que na verdade só foi publicado uma parte da resposta, que ele tinha falado antes que Zeca era um grande compositor e que já escreveu coisa melhor.
Bom explicada a situação Zeca cantou a música para o público ali presente que o acompanhou durante a música toda. Quando terminou a música ele falou: "quer saber? Admiro o Caetano mas ele que se foda!"
Ele ainda comentou seu gosto musical, disse que admira tudo porque sempre há bons trabalhos em todos os gêneros. Quase morou em Floripa, mas acabou em São Paulo, por enquanto.
Bom, tudo foi gravado pela TVCOM e vamos fazer um ou quem sabe dois especiais para mostrar como foi esse encontro maravilhoso entre Zeca e os convidados da Itapema.
Aguradem que em Dezembro estará no ar!