quinta-feira, 17 de outubro de 2013

Camerata Florianópolis em "Canção"!!!

 
 
A Camerata Florianópolis deu um presente aos compositores catarinenses e a seus fãs: elaborou o espetáculo "canções - um passeio pela história da música popular catarinense". Sinto que nasceu aí mais um grande projeto da Camerata. Foi lindo demais ver nossos compositores sendo interpretados pela Camerata!
A direção musical e os arranjos ficaram sob a responsabilidade de Luiz Gustavo Zago que também formou a banda base ao lado do contrabaixista Rafael Calegari e do baterista Neto Fernandes.
 
 
Para a interpretação das canções várias participações especiais. Uma viagem que começou com Silvio Mansani interpretando "Valsinha Brasileira" de autoria dele com Alegre Correa.

 
Depois veio Samba de Revés de Silvio com Luiz Gustavo Zago.

 
A cantora Fernanda Rosa interpretou Florianópolis de autoria de Luiz Henrique Rosa e Engenho de Cristaldo, Cláudio Franzê e Álisson , que ficou simplesmente linda demais na voz de Fernanda com a Execução da camerata, no arranjo elaborado para o espetáculo.

 
E aí chega Nelson Viana com todo seu poder vocal e interpreta Preconceito racial do poeta Zininho.

 
Mas foi em Manhãs do Sul do Mundo que me arrepiei. A Música de Daniel Lucena famosa no repertório do Grupo Expresso Rural ficou ainda mais poderosa.


Daniel estava na plateia...e aplaudiu a interpretação.

 
 

O espetáculo continuou com François Muleka, um cantor que vem se destacando aqui em Santa Catarina. Ele cantou duas músicas de sua autoria: Entrando no País das Maravilhas e Carro de boi.

 
Silvio Mansani voltou ao palco para interpretar Estrupício de Emilio Pagotto e depois Vendedor de Lágrimas dele e de Chico Saraiva.
Luiz Meira também participou e com duas músicas dele: Quando Vens, em parceria com Jean Mafra e Desasado em parceria com Jean Garfunkel 
 


 
O Ultimo a se apresentar foi Gazu, representando a família Dazaranha. (Aliás, ontem Gazu estava lançando seu CD solo também...deu uma escapada para cantar lá e depois voltou pra sua festa!)
Ali, no espetáculo, Gazu interpretou Salão de festa a Vapor e Cubo, de Moriel Costa, conhecidíssimas no repertório da banda Dazaranha.

 
Ele quebrou aquele clima mais comportado que uma Camerata acaba provocando...fez o público cantar... O teatro estava lotado!



E vibrou com a plateia...sim, um pouco diferente das loucuras dos shows do Daza, mas muito bonito como sempre!




Coube a Luiz Meira fazer a homenagem da noite ao arquiteto e fã de música, Clovis Ghiorzi. Clóvis é pai do Marcos e do Jorge Ghiorzi (baterista e empresário da Expresso Rural). Foi na sala da casa dele que a Expresso começou a criar vida. Clóvis também sempre deu força aos músicos catarinenses, era um grande incentivador. Ele morreu esta semana e a homenagem foi linda e merecida!



Depois da homenagem o Maestro Jeferson Della Rocca, desceu do palco e foi até a plateia buscar Daniel Lucena. O motivo foi mais que especial: a música que encerrou o espetáculo foi "certos Amigos" de Daniel.

 
Ele subiu ao palco e participou com todos. A música por si só já emociona e muito!!! E Daniel com sua grandiosidade de alma emociona ainda mais. Foi um daqueles momentos que ficam guardados na memória do coração.



 
Parabéns a todos os músicos e um especial parabéns ao maestro Jefferson Della Rocca. Acompanho o trabalho da Camerata há alguns anos e sempre é de uma qualidade absoluta. Amei esta ideia e espero que este tenha sido só o primeiro show de muitos com as nossas canções e nossos poetas no palco.
 
  
 
Desse papo aí no final do show já veio a promessa de fazer um show somente com canções de Daniel e o Grupo Expresso....estamos esperando!!!! 

 
 
 
À minha querida amiga Andréa Lucena, irmã e anjo da guarda de Daniel, o meu muito obrigada pelo convite, pela companhia e pela amizade!!! Foi muito bom chorar de alegria ontem contigo!!!!!

Um comentário:

Juliano Gataldi disse...

Poderiam gravar fazer um DVD do show! Deve ter sidomuito bom!