domingo, 25 de julho de 2010

Da série li, gostei e postei


Não sei de quem é esse texto. Mas li e gostei! Nada como aprender com a vida!!!!


Relacionar-se

Osho já escreveu: não devemos nos fechar em um relacionamento devemos nos relacionar. Não devemos nos fechar no amor e sim amar...ou seja a vida é um verbo e não um substantivo: viver e não vida.


Concordo. O problema que é hoje muita coisa evoluiu, mas a maioria das mulheres ainda não conseguiu sair daquela postura machista e servil com os homens. Quando começa a se relacionar com alguém se fecha para o mundo, assume o mundo do homem, passar a ser companheira dos programas dele, amiga dos amigos dele e pronto. Aquela mulher expansiva, alegre, criativa que tanto o atraiu sumiu. Resultado? Ele se acomoda, é bom ter alguém apaixonada por ele em sua volta, mas ele não deixa de aproveitar as oportunidades que aparecem e aí vem a traição. O que, muitas vezes, não significa que ele deixou de gostar dela, mas está apenas se alimentado daquilo que a sua namorada já não tem, ou seja, está buscando aquele mistério que sua companheira fez o favor de mandar às favas.


Enquanto ela permanece fiel, ele não pára a vida dele. E não está errado. Ela se afasta de quem tenta lhe abrir os olhos, ele faz questão que ela se afaste, dá razão, apoia: ahh eles não nos entendem. Ela deixa de conjugar o verbo e passa a ser um substantivo ali, parado no seu significado estático.


O dia em que a mulher conseguir ser ela mesma, sem adaptações, sem se apagar aí sim ela vai atrair um homem que realmente a admira por isso e, talvez aí sim, tenha não um relacionamento, mas um relacionar-se de forma cosntrutiva e com certeza não vai querer esse homem do qual falei aqui ao lado dela. Porque covardia não combina com uma mulher inteligente!

A música neste sábado frio e chuvoso ....

Ouvindo música...e essa tem estado no meu set list!
Já falei desta cantora aqui...e recomendo!!!

De janeiro à janeiro - Roberta campos

Não consigo olhar no fundo dos seus olhos
E enxergar as coisas que me deixam no ar, me deixam no ar
As várias fases, estações que me levam com o vento
E o pensamento bem devagar

Outra vez, eu tive que fugir
Eu tive que correr, pra não me entregar
As loucuras que me levam até você
Me fazem esquecer, que eu não posso chorar

Olhe bem no fundo dos meus olhos
E sinta a emoção que nascerá quando você me olhar
O universo conspira a nosso favor
A conseqüência do destino é o amor, pra sempre vou te amar


Mas talvez, você não entenda
Essa coisa de fazer o mundo acreditar
Que meu amor, não será passageiro
Te amarei de Janeiro Á janeiro


Até o mundo acabar

sábado, 17 de julho de 2010

Aerocirco reencontra seu público na Célula Cultural!

Fotos: Rodrigo Iazbek
Foi bonito de ver o reencontro da banda Aerocirco com seu público depois de pouco mais de 4 meses.
A banda catarinense lançou seu quinto CD "Invisivelmente", em Floripa, em uma noite gelada desse inverno intenso que está deixando o sul do país congelado!!!
Num fim de semana cheio de atrações nacionais na ilha, Aerocirco conseguiu mostrar mais uma vez que tem público fiel, e como!!!
A Célula em sua versão extendida ficou lotada, o público alucinado, cantando as músicas de um repertório 100% autoral. Até as músicas novas já estavam na ponta da língua!
Emocionante ver a vibração dos músicos e de seu público.
Desde março, Della, Mauricio, Lange e Henrique deixaram a ilha para morar em São Paulo e fazer valer a vontade de viver da música. É um caminho longo e dificil, mas nunca impossível.
E ontem, com certeza, o público catarinense foi o responsável por uma dose poderosa de energia para que continuem nesse caminho. Focados no trabalho e na vontade de poder viver da sua música!
E isso exige muita determinação.
No final da noite as pessoas estavam satisfeitas, fãs saudosos de enlouquecerem na frente do palco e outros tantos admirados com aquela energia toda!
Parabéns aos músicos! Parabéns à Paulinha e à Ariela pela produção. Foi muito bom ter presenciado mais um momento inesquecível na Célula Cultural.
A TVCOM teve a honra de registrar tudo para um especial de final de ano.
Muito bom poder ter produtos tão bons para encher nossa telinha!!!!
Vamo que vamo!!!!!!
   

segunda-feira, 12 de julho de 2010

Sociedade Soul!!!!


Na sexta feira aconteceu o show de lançamento do CD da banda Sociedade Soul!
Foi um belo espetáculo. Banda maravilhosa...sonzeira!
Teatro lotado, gente lá fora até os ultimos minutos antes de começar o show na tentativa de conseguir um ingresso. É aquela história: shows locais, as pessoas acham que chegando em cima da hora ainda conseguem ingresso...nem sempre viu!!! 
Quem não viu perdeu um show de competência!
Mas teatro é teatro e apesar dos apelos da banda, ninguém que estava sentado se arriscou a levantar e dançar, apesar do som pedir isso!
A participação de Gerson King Combo arrancou aplausos entusiasmados! Ele com sua capa preta e seu estilo característico mandou ver com a banda de Gustavo Barreto. Derramou elogios e prometeu voltar a Floripa para fazer um show completinho para os fãs da Soul Music.
A Sociedade Soul Estava programando o lançamento do Clipe em animação da música Jardim da Delícias para a semana do show, mas o clipe acabou sendo conhecido pelo público antes e por um bom motivo: foi selecionado para o Anima Mundi.
Vai lá no link http://jardimdasdelicias.com/  
Foi criado um site especial para a divulgação do clipe e merece.
Feito pelo Cafundó Estúdio com a direção de arte de Gustavo Brazzalle. E foi ele quem inscreveu o trabalho no Festival Internacional de Animação do Brasil, o Anima Mundi. Foi escolhido entre 1,4 mil  trabalhos inscritos. Está na categoria Portfolio e concorre com produções feitas para as bandas gringas Gorillaz, Coldplay, Massive Attack e também com a produção feita para a introdução do game Beatles Rock Band. Orgulho!!!
A Sociedade Soul é formada pelos músicos Gustavo Barreto (guitarra e voz), Marco “Nego” Aurélio(baixo), André FM (bateria) e Diego Carqueja (teclados). Só músicos bala!!!
Vida longa a esta banda e parabéns pelo show e pelo clipe!
A música independente de Santa Catarina agradece!!!

E se você não conehce o som da banda ainda corre lá
http://www.myspace.com/sociedadesoul e aproveite!!!

terça-feira, 6 de julho de 2010

Herbert de perto...sem dramas, sem lamentações!!

Fui assistir ao filme "Herbert de perto" em uma sessão para ouvintes da Itapema FM no Cinesystem.
E saí de lá emocionada!!



O filme foi muito feliz no roteiro.
Depoimentos sinceros de músicos, familiares e profissionais que acompanham Herbet numa jornada de amor pela música e superação pela vida.
Adoro obras biográficas porque sempre são uma fonte de autoconhecimento e, em vários casos, de motivação à nossa própria vida.
A história de Herbert, todos sabem, é uma história de persistência e depois superação!
O filme começa com Herbert sentado a frente da TV revendo gravações antigas sobre a história da banda Paralamas do Sucesso. E na gravação em questão, estava lá um Herbet jovem falando: "se acontecer qualquer tragédia, se eu tiver que viajar, sair daqui, mudar...mesmo assim eu teria forças para começar tudo de novo." Herbert olhando aquilo com olhar profundo meio que tentando entender a profecia que já havia feito comentou: "esse menino aí nem sabia do que estava falando". 
E aí o roteiro retoma o inicio dos Paralamas, o amor de Herbet pela música, de seu talento nato para tocar. Historias que todos fãs já sabem e outras curiosas como o depoimento da mãe contando que ao ouvir a primeira música gravada pelo filho, disse: "meu filho, você tem que trocar de baterista. Com esse aí vocês não vão a lugar nenhum". O então baterista era Vital que como todos sabem saiu muito antes de Paralamas ser o Paralamas do Sucesso. O encontro com João Barone deu o impulso que faltava e aí a historia a gente já sabe. A trajetória de sucesso no Brasil, a forte ligação da banda com a música argentina e o sucesso dos Paralamas por lá também.
Amigos, familiares contam como foi a superação do acidente de ultraleve em 2001, que matou sua mulher, a inglesa Lucy. A dor da perda, a agonia da recuperação de Herbet, o exemplo de amizade dos meninos da banda, a incansável vontade de viver do músico.
Um filme simples e rico em conteudo. Sem drama, sem cair no piegas.
Para mim, os momentos mais emocionantes foram os que mostraram Herbert revendo seu passado com a experiência do agora. O momento em que olha para imagens de Lucy...a declaração de amor à mulher e à vida.
E durante todo o filme esse cruzamento entre o ontem e o hoje é feito de uma forma muito feliz!
A direção foi de Roberto Berliner e Pedro Bronz. E foi para Berliner que Herbert chegou a pedir que não fizesse do filme algo dramático. Pedido cumprido.
Saí de lá com a grata certeza de que quando se é verdadeiro em atos e dedicado ao que se acredita, não importam as curvas, os acidentes...sempre se chega a um resultado vitorioso.
Lamentação? Achar que Herbet é um coitadinho paralisado numa cadeira de rodas? Nunca!
Recomendo muito esse filme e com certeza o terei no meu acervo particular!!!!

domingo, 4 de julho de 2010

Amizade!!!!

Passando por aqui depois de um jantar onde família e amigos se encontraram para celebrar os dez anos da união de Paulo Back e Silvia Barbosa Back.
Muito bom celebrar. A vida é isso!!!
Aí lembrei deste texto que deixo aqui:

“Escolho meus amigos não pela pele ou outro    arquétipo qualquer, mas pela pupila.
 Tem que ter brilho questionador e tonalidade      inquietante.
(...) Fico com aqueles que fazem de mim louco e santo.
Deles não quero resposta, quero o meu avesso.(...) Escolho meus amigos pela alma lavada e pela cara exposta.(...)
Quero amigos sérios, daqueles que fazem da realidade sua fonte de aprendizagem,mas lutam para que a fantasia não desapareça.
Não quero amigos adultos nem chatos
Quero-os metade infância e outra metade velhice.
Crianças, para que não esqueçam o valor do vento no rosto: e velhos, para que nunca tenham pressa.
Tenho amigos para saber quem eu sou.
Pois os vendo, loucos e santos, bobos e sérios, crianças e velhos, nunca me esquecerei de que “normalidade" é uma ilusão imbecil e estéril."
Oscar Wilde
 
Sem meus amigos não sou nada!!!
Obrigada Paulo e Silvia por tanto tempo dessa dádiva que é poder compartilhar da amizade de vcs!!!!!