sábado, 30 de novembro de 2013

Primeira Edição do Premio da Música Catarinense

John Bala Jones
 
O prêmio da Música Catarinense chega com o grande desafio de mexer com o mercado de música autoral no Estado. E olha, é um desafio gigantesco!!! E não é por falta de talentos não, mas é pela falta do próprio mercado! É preciso acreditar e se mexer e por isso meu reconhecimento ao Márcio Pimenta e ao Teco Padaratz pela iniciativa.

                                                           Teco Padaratz e banda

Ontem aconteceu, no Teatro do CIC, a primeira edição do prêmio. Foi uma noite para ver muita gente boa no palco e com um padrinho muito bem escolhido: Paulinho Moska! O musico foi a segunda atração a subir no palco. Cantou em voz e violão e falou muito bem da importância do trabalho autoral "a autoralidade é importante para que a gente valorize nossas diferenças". É isso!

Paulo Moska
                     
 Vimos shows de Ariele Locatelli,


Sociedade Soul com Françoise Muleka, lindaaaa apresentação.


Nelson Vianna, que na minha opinião podia ter aberto a noite com peso e música autoral.


Iriê, sempre delicioso ver essa banda no palco


John Bala Jones, fizeram uma belíssima apresentação, estava com saudades de vê-los na ativa.



 e Teco Padaratz e banda. Aliás, Teco também foi o mestre de cerimônia ao lado da Naty.


A cerimônia ainda contou com a participação do Helton Luiz, um dos locutores da Atlântida FM. Ele ficou na plateia e foi ótimo!!! Conversou com o público, catou o nosso manezinho Darciii...deu um tempero a solenidade!

Acho que a noite foi muito boa para a estreia de um prêmio feito por músicos e talvez nem eles ainda saibam o passo importante que deram.
O que se viu ontem no CIC foi uma grande vontade de fazer...e espelhou um pouco da situação da nossa arte musical: pouca gente acredita, pouca gente prestigia, mas ela está ali produzindo coisas boas.

O público ontem no CIC foi bom, mas tem que ser melhor. Os próprios artistas tem que se prestigiar mais. Os que sempre vejo mais engajados estavam lá.  Já alguns que reclamam muito não estavam. E outros ainda estavam cumprindo agenda já que sexta é dia de trabalho.

Vi O Mik Silva, coordenador da Atlântida FM (parceira do evento), abrindo a noite e quero ver também a Atlântida dando mais espaço aos nossos músicos.

Eu fiquei orgulhosa de ver em todas as categorias uma escolha difícil e ganhou quem fez a melhor campanha, que mais soube se divulgar, já que a votação nos finalistas foi pela internet.

Claro que tenho alguns pitacos a dar:
- Senti falta de artistas de outros lugares de Sta Catarina. É o primeiro e é natural uma participação maior da capital, mas é preciso incentivar a participação e até homenagear a artistas de todo o Estado. Talvez divulgar mais em outras cidades. Tentar viabilizar a vinda de bandas de outras cidades para os shows, sei que é preciso grana e torço para que o evento consiga. Assim teremos sim um prêmio Estadual!
- E agora que foi dada a largada, sugiro valorizar os trabalhos do ultimo ano! É uma forma de incentivar novas produções. E até produções atuais de grandes bandas que já foram homenageadas como Dazaranha, Grupo Expresso Rural. Se elas estão produzindo devem sim participar do prêmio.
- o dia para a premiação não foi o melhor já que sexta feira é um dia que a maioria dos músicos tem shows marcados. Quem sabe numa segunda? ou terça?
- Os jurados que escolheram os finalistas devem ser divulgados, isso daria mais transparência.
- Sem cover no palco.  Não é radicalismo, mas é uma questão de coerência. Quer cantar música dos outros? ok, escolhe um autor catarinense para homenagear.
-E uma produção focada no cerimonial ajudaria a evitar equívocos como a falta de apresentação dos artistas que abriram a noite, inclusive o Padrinho: Paulo Moska e de chamarem quem não está na plateia para entregar ou receber os prêmios. Detalhes, mas são os detalhes que nos transformam em profissionais e tá mais do que na hora de a gente ver esse mercado ser profissional até nos eventos!!!

Na minha visão, de otimista incorrigível,  ontem foi uma grande noite pra nossa música. Tomara que não pare por aí, que os músicos se sintam motivados, que surja de fato um mercado. Que nossos prefeitos escolham atrações locais para suas festas municipais, que mais espaços sejam criados, que nossa arte circule, que os músicos se prestigiem e que o público se reconheça nos seus artistas!!!!

Quem sabe né?

Seguem os resultados por categoria:

MELHOR CANTORA
Finalistas - Renata Swoboda
                 Diana Dias
                 Lorena Lessa
                 Ângela Beatriz
                 Ariele Locatelli
Vencedora - Diana Dias  

 

MELHOR CANTOR 
Finalistas - François Muleka
              - Terence Martinelli
              - Nathan Malagoli
                              - Alex B
              - Nelson Viana
Vencedor - Nathan Malagoli

 
MELHOR ÁLBUM
Finalistas - Prá Ficar - Chico Martins
              - Sociedade Soul - Sociedade Soul
              - Uno - Nego Joe
              - Nasça - Andrey e a Baba do Dragão de Komodo
              - Pode ser amanhã - Moriel Costa
Vencedor - Moriel Costa


MELHOR VIDEOCLIPE
Finalistas - Sociedade Soul – Jardim das Delícias
              - Symbolica – Awake The Wrath of Angels
              - Antonio Rossa & Rodrigo Daca – Profetateu
              - Nego Joe – Primeiro Raio de Sol
              - RFL – Fraternidade Rap
Vencedor - Sociedade Soul - Jardim das Delícias


MELHOR INSTRUMENTISTA
Finalistas - Luciano Bilu
                              - André de Carvalho
              - Bruno Squilo
              - Caio Fernando
              - Mazin Silva
Vencedor - André de Carvalho

MELHOR BANDA
Finalistas - Iriê
              - Sociedade Soul
              - John Bala Jones
              - Nego Joe
              - Primavera nos Dentes
Vencedor - Primavera nos Dentes

ARTISTA REVELAÇÃO
Finalistas - Banda Malungo
              - Tom Custódio da Luz
              - Pedro Meneguelli
              - Karibu
              - Brasil Hi Fi
Vencedor - Tom Custódio da Luz 
  
 

Homenagens:
Banda Dazaranha


Banda Expresso Rural



Banda Engenho


Banda Capuchon


Uma observação que havia esquecido: som e luz impecáveis! Parabéns a organização!!! Todos os artistas tiveram a mesma qualidade! Muito bom!!!!!

sábado, 16 de novembro de 2013

Expresso Rural no John Bull Pub




Muito eu já falei sobre a banda Expresso Rural e vê-los no palco é sempre muito emocionante por toda a história deles e até a minha.



A primeira matéria publicada em um jornal, em Florianópolis, sobre a banda também foi a primeira feita por mim em conjunto com minhas amigas de filas de shows, em uma época em que eu nem tinha decidido o que eu iria ter como profissão.
Eu já era amiga da Andrea Lucena, irmã do Daniel, e nós já fazíamos entrevistas com artistas nacionais como desculpa para conversar com eles sem aquele clima de tietagem.
Foi daí que surgiu a ideia de fazer a matéria com o grupo do irmão dela e oferecer para o Jornal A Ponte. Um jornal mané, que era distribuído de graça na cidade.
Deu certo...a matéria foi feita durante o ensaio para o primeiro show da banda no TAC, antes mesmo do lançamento do primeiro LP. Sim, a gente é antigo rsrsrsrs
E acabou rendendo as duas páginas do meio do Jornal.

uma parte da matéria no Jornla A Ponte!

 
Ontem a banda subiu mais uma vez no palco, 32 anos de história, de músicas maravilhosas e de um apelo emocional com o público.
 
 
Não é a primeira vez que o John Bull Pub abre espaço para a Música da banda Expresso Rural...e que bom que isso vem acontecendo. 
 
 
Ontem a casa estava lotada, público cantando junto...lindo demais!
 
 
 
A banda permanece unida. Apenas Marcos, baterista, que não mora mais aqui, acabou parando de tocar com eles. No Lugar entrou o Ricardo Rafael Malagoli.
 
 
E claro, temos a ausência do tecladista Márcio, que está assistindo tudo de lá, do lado de lá do mundo físico. Aliás, um dos shows mais emocionantes dessa turminha que eu vi foi logo depois da morte de Márcio.  O show aconteceu no CIC e o teclado do Márcio estava lá, no palco, em uma bela homenagem a quem queria muito ver todo mundo tocando junto sempre!
 


 
 
Ontem, fãs de todas as idades estavam na plateia. Muita gente se emocionou, claro que em Certos Amigos eu também me emocionei...sempre me emociono. Daniel Lucena tem o poder de transformar qualquer coisa que ele descreve em algo divino. Um poeta do nosso cotidiano que traduz os nossos sentimentos, aqueles do dia a dia, de uma forma que emociona.
 
 
 
(...)Saudade é uma faca afiada que corta nossos corações
Que faz da vida quase nada
E nos confunde na poeira dessa estrada.(...) [Nossos Corações]
 
(...)Não tente juntar os pedaços
Se foi imperfeito antes de quebrar.(...) [Batom e Festas]
 
(...)Difícil se saber na hora o que a gente sente
Se certos amigos nos mostram que o mundo ainda é bom
Por saber,
Que tendo você do meu lado me sinto mais forte (...) [Certos Amigos]
 
(...)Quando o coração teimar que sim
O melhor é se deixar levar
Vai dar tudo certo, com você por perto
Me dando num beijo o dom de voar.(...) [Harmonia]
 
Entre tantas outras. Daniel é um dos grandes poetas catarinenses e a banda deu vida a todas as composições desse gênio.
 
 
Prá mim, a que mais gosto de cantarolar é "Dança Molhada"...
 
(...)Melhor maneira de viver é viver, viver, viver
E fazer tudo que mandar o coração
Bater viola ser feliz, fazer de tudo que se quis
E ter no peito os amigos que virão
Pois quando o sol bater naquela estrada
Cheiro de chuva, de terra molhada
Por certo te mostrarão que coisas simples fazem bem ao coração(...)
 
Ô letra abençoada Daniel, minha nossa...é uma declaração ao bem viver, a alegria, a ser feliz!
 
 Semana passada foi lançado, em Lages, o filme "Certos Amigos" de Jhonatan Matos e Luiz Maffei em parceria com a Degugas Produções do cineasta Gustavo Remor Moritz e da fotógrafa Lenka Baranenko. O filme é sobre a vida de Daniel, a trilha de um cara que sempre foi atrás de seus sonhos!!! Mais que merecido. Ano que vem o filme vai ser lançado aqui...ansiosa por esse dia. É uma parte importante da nossa história, da nossa cultura.  
 
 
 O link do segundo trailer
 
 
A banda expresso não seria a mesma sem Daniel e Daniel não teria tanta projeção se não foi a banda, isso é fato. 
 
Paulo Back, baixista, registrando momentos do show
 
Ontem foi mais um exemplo disso...é muito bom ver todos no palco, felizes, se divertindo!!! É muito bom se deliciar com os dedilhados de Zeca Petry...tem momentos que a gente se pergunta: como ele faz aquilo? 
 
 
Parabéns meus queridos! A estrada de vocês é linda e tem muito chão ainda!
Ir a um show de vocês é encher a alma de sabedoria e paixão. 
Até o próximo!!!!  
 
 
A meus queridos amigos: obrigada mais uma vez pela companhia...foi bom cantar "Certos Amigos!  perto de vocês!!!
 

 
 
 






 
Todas essas fotos aqui são amadoras, tiradas por mim, com uma câmera pequena, mas se você quiser ver fotos profissionais desse belo show segue o link do álbum de fotos de Eduardo Trauer, fotógrafo profissional e que mais uma vez deu um show na sensibilidade!!! Vai lá e confere...
 
 


domingo, 10 de novembro de 2013

Aerocirco 10 Anos!!!!

                                                                  Foto: Adriana Krauss

                                 "Por favor tire-me do chão
                  Encha-me o coração
                  Eu mereço viver muito, muito mais"

Ái, ái....o que falar do show de ontem??? Uma banda emocionada no palco, um público ávido daquela música na plateia....vários gritos de "Volta Aerocirco". 




Um estado de prazer, vibração que fazia tempo que não via acontecer ali na célula!
Foi uma noite para se lidar com as emoções....e foram tantas!!!





A emoção de ver passar um filme na minha frente, de vários momentos da minha vida que foram embalados ao som das canções "aerocircenses". E sei que isso não aconteceu só comigo...era como se uma família enorme, com suas muitas histórias voltasse a se encontrar e a dividir aqueles momentos que tanto marcaram suas vidas e que fizeram se tornar quem são hoje. Não fui só eu quem chorou...as lágrimas escorreram abundantemente ontem....um choro de saudade, de felicidade, de ponto final e de esperança de que nada na vida é definitivo...e nada mesmo!
E que bom sentir isso tudo numa noite só! Foi de recarregar a alma!






Eu conheci a Aerocirco quando não havia nem CD.  Foi em um show na Itapema Jam Session, produzido pela Maria Rosa. Conhecia o Fábio e vi ele apresentando sua banda. Ouvindo as músicas pela primeira vez me apaixonei pelas letras...achei lindas! Mais tarde em 2003 veio o primeiro CD e os shows. E desde então acompanho com coração de amiga e fã!

                                      Fotos de uma das apresentações no Drakkar para o"To Puto"





A banda foi crescendo....e quando lançaram "Liquidificador"  (terceiro CD) conquistaram também o público ilhéu. Os shows ganharam força de palco e aí foi amor na certa...muitos shows com o Bar Drakkar (na Lagoa) "lotadaço" e todo mundo cantando junto as músicas da banda...era lindo de se ver!

Della, Mauricio, Henrique e Lange conseguiram juntos uma energia de palco que era impressionante.

Abriram o palco principal do Planeta Atlântida, na noite de sábado!

Foram pra São Paulo e a temporada por lá acabou cobrando um preço caro. A banda acabou. A convivência de alguma forma, engoliu as expectativas e os sonhos. Para nós fãs, a notícia do fim foi uma surpresa amarga. Para eles muito mais, sem dúvida, nem a amizade tinha sobrevivido. Prá gente que viu tudo isso de perto um reencontro era algo inimaginável!

Mas de repente isso parecia possível de novo. Lembro bem, eu chegando na festa de aniversário do Fabio Della, no final do ano passado e a Marcelle (esposa do Della) vem ao meu encontro e me fala "olha lá o que tá acontecendo" olho pra dentro e estão os quatro conversando animadamente em uma roda de amigos...foi emocionante!!!! É claro que amizade ali tinha de sobra e coube a eles se moverem a favor desse laço sagrado que é o de ter amigos. Foi uma festa!

                                              A festa de Niver do Fabio Della!!!
                       
 

Desde então, a gente sabia que um reencontro poderia sim acontecer...era questão de tempo.
E foi!
Depois do niver um novo encontro foi marcado na casa do Henrique!!!


             
                  Brinde casa do Henrique, ô noite deliciosa!!!

Como escrevi ontem no "Face": o show foi um SIM à amizade e isso só acontece quando há interesse de todas as partes. E é isso...o sabor do reencontro é ainda maior. Olhar para aquele palco e ver os 4 juntos novamente foi de lavar a alma!!!!


E sim a gente quer mais...sempre mais. Era dar um intervalo entre as músicas que o público começava com o grito de guerra "Volta Aerocirco" ou então " Ih, Fudeu, Aerocirco apareceu".





A célula encheu... encontrei muitas pessoas que fazia anos que não via... teve até Rafael Ziggy no palco cantando (como era de costume né Ziggy?)! Que coisa boa!

Ziggy em sua participação tradicional!!!
                      
Esse show era para ter acontecido no meio do ano, mas Della teve que adiar por conta de um daqueles acontecimentos que a gente nunca imagina passar: a filha Alice foi internada com pneumonia e acabou ficando semanas na UTI, em muitos momentos entre a vida e a morte. Os fãs e amigos acompanharam tudo pelo face, uma corrente positiva se formou. Mas a dedicação e a força guerreira do Della e da Marcelle foram, sem dúvidas, indispensáveis para que tudo não passasse de um grande susto. Alice lutou pela vida dela e hoje está aí de bem com a arte de viver novamente! Por isso ontem Maurício fez uma homenagem aos dois e depois foi a vez de Della, ainda mais emocionado, cantar a música que fez para a filha e dedicar todo o show a mulher Marcelle: "essa mulher mudou a minha a vida!". E sim, a Marcelle é nota mil. Uma das grandes, senão a maior, incentivadora desta volta!

Foto: Roberto Bez
                       
Foi uma noite para celebrar: a vida, a amizade, a boa música!
Estiveram no palco Hudson Cabala (guitarrista fundador da banda com Della, Cesar Moreno e Henrique).


 




Roberto Bez, nos teclados (já que o Cesar não pôde vir da Itália para o show! mas ganhou uma salva de palmas do público viu Cesar?)





E Vini, um amigo da temporada de Sampa!




Thiago (Samambaia) também participou no palco!




Agradeço imensamente a oportunidade de ter visto e sentido tudo isso e também me juntei, com toda a força, ao coro dos fãs de ontem "VOLTAAAAAA AEROCIRCO!"



Obrigada a Paula Borges pelo convite para fazer a abertura do show. (Era pra ser uma apresentação ao vivo, mas falei que era melhor fazer um vídeo porque eu não iria conseguir falar nada no palco...iria cair no choro com certeza rsrsrs.) Parabéns pela tua competência Paulinha!

Obrigada a Adriana Krauss pela amizade. Foi muito bom te ver conhecendo e vibrando com a música da Aerocirco(mais uma fã meninos rsrsrs)

E valeu a todos os encontros de ontem...Regina, Carla, Luana, Dedé, Tais Shigeoka(belíssima matéria no DC minha amiga, ali mostras o quão grande é teu coração e tua honestidade), Carol e Eveline (só faltou vcs se juntarem a nós), Duda, Ana e Tiozão, Lisandra e Daca e tantos outros...foi uma noite inesquecível!

                                  

E obrigada Mauricio, Dela, Henrique e Lange pelo exemplo que vcs deram ontem de que quando cada um dá um passo a nossa história pode sempre ter um enredo bem mais feliz!!!!!

VOLTAAAAAAA AEROCIRCOOOOOOO!!!!!